O nosso dia a dia é cheio de estresse e ansiedade. Seja em casa ou no trabalho, sempre há um momento de estresse, pois sempre estamos buscando a perfeição ou sendo pressionados. Para evitarmos tudo isso, precisamos ter controle emocional. Mas, como fazer isso? Neste artigo falaremos tudo sobre a inteligência emocional, a sua importância e como é possível ter controle emocional. Mesmo com todo o estresse e ansiedade do dia a dia.

O que é inteligência emocional?

A inteligência emocional é um conceito que descreve a capacidade de avaliar e reconhecer os seus sentimentos e das outras pessoas. E também como lidar com eles. Talvez Charles Darwin tenha sido o primeiro teórico a utilizar uma concepção similar à inteligência emocional, ao defender o valor da manifestação das emoções para a acomodação e subsistência a um contexto. Já Daniel Goleman divide a inteligência emocional em cinco tendências. São elas: autoconhecimento emocional, automotivação, controle emocional, inteligência intrapessoal e inteligência interpessoal.

Somente em 1983, o psicólogo Howard Gardner desenvolveu a tese conhecida como “Inteligências múltiplas”, onde ele inseriu o propósito de envolver tanto as concepções da inteligência intrapessoal quanto as de inteligência interpessoal. Segundo Howard, ferramentas como o QI não esclarecem integralmente o potencial de obtenção de conhecimento.

A importância da inteligência emocional

A inteligência emocional é um dos fatores essenciais para se ter sucesso na relação interpessoal, área de trabalho e também para a automotivação. O seu desenvolvimento gera consciência social, mais chances no momento de alcançar os seus objetivos de vida e a autogestão. É bem versátil e pode ser aprendida com muita prática. Um dos aspectos mais importantes da inteligência emocional é a possibilidade de tomar decisões de forma satisfatória, identificar as situações diferentes e controlar impulsos, inspirar e influenciar o próximo, gerir conflitos e ser empático.

Resumidamente, para o desenvolvimento da inteligência emocional é preciso primeiro desenvolver um olhar para si mesmo. Adquirir o autoconhecimento dos sentimentos, limitações e das potencialidades. Desenvolver o controle emocional, relacionando-se de forma saudável com o ambiente externo.

Como é possível ter controle emocional?

Há psicólogos que sugerem evitar situações que causem emoções negativas, ou seja, devemos aprender a evitar o que gera emoções, sejam situações ou pessoas. Por exemplo: se está em dieta, é preciso evitar a visualização dos alimentos que estão sendo proibidos. Também há técnicas que podem nos ajudar no controle emocional, como:

  • Respiração profunda

Essa técnica é bem simples e útil. Oxigenar o nosso corpo faz com que o nosso cérebro funcione melhor, deixando-nos mais calmos. A técnica mais conhecida é de contar enquanto se realizam as fases de respiração, como inspirar profundamente e contar até cinco, segurar a respiração e contar até quatro e soltar o ar enquanto conta até dez;

  • Ensaio mental

Quando uma pessoa não consegue falar em público acaba antecipando a ansiedade e logo começa a ter pensamentos negativos. É preciso visualizar que tudo está ocorrendo perfeitamente bem nessa situação e que você se sente confiante e seguro(a). Também pode-se repetir frases para si mesmo assim como “estou fazendo isso bem, estou relaxado e o público está adorando”. Cada vez que praticar essa técnica, o nível de ansiedade se reduzirá e esse sentimento dará mais confiança.

Ficou curioso? Quer saber mais sobre controle emocional?

controle emocional